250. Rios Famosos (Nilo, Yangtzé e Prata)

APOIO : Colégio Cotemig

Parabéns ao nosso BLOG, chegando aos 250 textos. Quando comecei esse projeto, nem imaginava quando chegaria a esse dia. Muito feliz em estar ajudando tantos estudantes e pessoas em geral.

Em nosso último texto abordamos importantes rios do planeta. Neste post, a saga continua, com mais 3 itens:

4. Nilo

Até pouco tempo era o rio mais extenso do mundo, com cerca de 6.600 km percorridos. Perdeu o posto para o Amazonas, já que recentes pesquisas indicaram outras nascentes para o rio, ampliando seu comprimento para cerca de 6.900 km.

Sua bacia hidrográfica abrange vários países como Uganda, Tanzânia, Ruanda, Quênia, República Democrática do Congo, Burundi, Sudão, Etiópia e Egito.

O Nilo é um fenômeno, percorrendo milhares de km, sendo primordial para várias civilizações, entre elas a egípcia. Imagem: Internet.

.

A palavra deriva do grego Neilos, mas os egípcios o chamavam Aur,  que significa “negro”.  Foi praticamente a única fonte de água da civilização egípcia, 5 mil anos atrás, que só floresceu graças a ele. Isso era possível plantando em suas margens, após terem sido fertilizadas pelas cheias do rio, ricas em minerais trazidos das montanhas da Etiópia.

Clique para ativar o GIF. Viagem pelo Nilo. Imagem: Internet.

.

Ainda hoje, ele é tão imprescindível que 90% dos egípcios vivem em suas margens. Em 1971, foi construída uma polêmica represa, Assuã, que modificou o frágil processo de vazantes do rio, obrigando os egípcios a usarem mais fertilizantes que antes.

Clique para ativar o GIF. Imagem noturna de satélite mostrando parte do Oriente Médio. A esquerda, o rio Nilo, com a população egípcia (luzes) vivendo em suas margens. Fonte: Internet.

.

5. Huang Ho e Yagntzé

O rio Yangtzé, chamado no Brasil de Azul,  é o maior da Ásia, com 6.300 km de extensão. Em seus vales, assim como no rio Amarelo, são produzidos alimentos que nutrem quase 20% da população mundial. Neste rio foi construída a maior hidrelétrica do mundo, Três Gargantas.

Hidrelétrica das Três Gargantas. Foram necessários 40.000 trabalhadores para sua construção, que demorou 17 anos para ser concluída, a um custo estimado de 28 bilhões de dólares. Gif: Internet.

.

Deságua no mar onde está localizada a cidade de Xangai, maior da China. Nesta foz são produzidos cerca de 20% do PIB chinês. Como passa por regiões extremamente industrializadas, sofre muito com a poluição e assoreamento, aumentando suas inundações.

Clique para ativar o GIF. Xangai em 1984 e 2017. Mudança urbana impressionante, impulsionada pela abertura econômica chinesa. A cidade está estrategicamente localizada na foz do Yangtzé, sendo uma das portas de entrada e saída do país. Fonte: Internet.

.

O Huang Ho, chamado por aqui de Amarelo, é o 2º maior da China e 6º do mundo, com  5.464 km, em uma bacia com 752.000 km². Assim como o Azul, em seus vales férteis são produzidas toneladas de cereais, além dos pastos para os animais. Também em seus arredores são encontradas jazidas minerais muito importantes para a China.

Mapa destacando os dois maiores rios chineses. Imagem: Internet.

.

É considerado o rio que impulsionou o início da civilização chinesa.

6. Rio da Prata

É o rio que separa a capital da Argentina, Buenos Aires, da capital uruguaia, Montevidéu. Sua bacia hidrográfica é imensa, com 3,2 milhões de km², 4º maior do mundo e 2º da América do Sul.

É formado por centenas de afluentes, em especial 3 deles. Os rios Paraguai e Paraná nascem no Brasil e se juntam em território argentino, continuando a se chamar Paraná. Próximo a Buenos Aires, recebe o Rio Uruguai, também originado em nosso país, abrindo um enorme estuário e mudando o nome para Prata.

Mapa mostrando os 3 grandes rios que formam o Prata. Imagem: Internet.

.

Portanto, podemos dizer que não é um rio brasileiro, mas com águas brasileiras. Se é que me entendem.

A origem do nome data do início do século XVI, quando o veneziano Sebastião Caboto encontrou índios que carregavam prata no local. Perguntados, responderam que a origem do metal precioso era a famosa Sierra de Plata, localizada rio acima.  Dali para frente, várias expedições foram lançadas a montante, em busca desse tesouro.

Mapa da caça ao tesouro promovida pelos espanhóis. Imagem: Internet.

.

Ainda no século XVI, os espanhóis realmente descobriram uma montanha de prata, em Potosí, Bolívia, confirmando a lenda.

Em um determinado momento da história, metade do metal produzido no mundo vinha desse local, que em 1565 já era a maior metrópole da América Latina, com 100 mil habitantes.

Uma pena os nativos em nada terem usufruído dessa riqueza,  até hoje a Bolívia é um país muito pobre. Mas isso é assunto para um outro texto.

Imagem de satélite do enorme estuário do Rio da Prata. Saída de tantas riquezas para a Europa. Fonte: Internet.

.

Importante

Os rios Ganges e Amazonas também fariam parte dessa lista, mas já possuem seus próprios textos, números 19 e 96,  respectivamente, confiram.

Siga o Professor Clebinho nas redes sociais, clique nos links: Facebook      Instagram      Linkedin      Youtube

Preparação para o Enem: Ligue (31) 99951-3797 e marque sua aula na Sala Lannes Belo Horizonte. 

Publicado em 19.09.2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *