54. Forças Armadas – Brasil, Potência Regional

Finalizando o assunto do último post, sobre as potências militares, apontamos a sequência do ranking das potências armamentistas e a situação do Brasil.

Como mostrado nos dois textos anteriores, EUA, Rússia e China são as 3 maiores potências  militares do planeta. Faremos uma apresentação menos detalhada, em relação aos demais países.

4º – Índia

Segundo país mais populoso do mundo e 11º PIB. Desde a sua independência, em 1947, já entrou em combate várias vezes com seu vizinho, o Paquistão. O motivo é a região da Caxemira, disputada pelos rivais. Os dois países são potências nucleares, o que coloca a região em constante tensão, aumentando os investimentos em armamentos.

 

caxemira_500

Região da Caxemira, disputada por Índia e Paquistão. Imagem: Um Novo Despertar.

.

5º Reino Unido e 6º França

Respectivamente, 6º e 5º maiores PIBs do mundo, são países desenvolvidos e sempre foram grandes potências militares. Inimigos por séculos, aliados durante todo o século XX, permanecem até os dias de hoje com grande aparato militar.

Mapa do Império Britânico no Século XIX. A Rainha Vitória era a pessoa mais poderosa do mundo nesta época. Imagem: Internet

.

7º Coreia do Sul

Grande rival e vizinha da Coreia do Norte, desde a separação ocorrida na década de 1950, necessita ter uma Força Armada preparada para um conflito a qualquer momento.  Os Coreanos do norte possuem uma força armada muito poderosa, porém, como o país é extremamente pobre, sua colocação foi somente 36º.  Isso faz sentido ao se analisar a crônica falta de recursos  vivida pelo norte nos últimos anos.

http://imguol.com/c/noticias/2014/02/25/25fev2014---em-imagem-noturna-tirada-da-estacao-espacial-internacional-a-coreia-do-norte---no-centro-da-foto-entre-a-china-a-esq-e-a-coreia-do-sul-a-dir---aparece-como-uma-mancha-escura-no-mapa-1393332179603_956x500.jpg

Incrível foto de satélite mostrando a diferença de desenvolvimento entre as Coreias. A do Sul altamente iluminada, enquanto a do Norte apagada. Imagem: Internet

8º Alemanha e 9º Japão

Como grandes culpados pela 2º Guerra Mundial, tiveram sua capacidade militar limitada. Porém, possuem forças armadas sim, mas com o objetivo principal de defesa. Além disso, nos dois países existem bases norte-americanas com a missão de proteção contra qualquer agressão vinda do exterior. São países populosos, com tecnologia de ponta e respectivamente os 3º e 4º PIBs do mundo. Isso dá aos dois enorme capacidade de mobilização no caso de algum conflito.

10º Turquia

País muçulmano, porém, laico, localizado em um dos locais mais tumultuados de todos os tempos, o Oriente Médio. Estão próximos ou são vizinhos de países bélicos ou em guerra como Irã, Egito, Líbano, Iêmen, Iraque, Síria e Israel.

http://4.bp.blogspot.com/_VUAJlGZNWtc/TBmKwK3UnWI/AAAAAAAACUI/8dnhECzulys/s1600/oriente+medio.jpg

22º Brasil

Nosso país, por motivos lógicos, não investe maciçamente em Forças Armadas. Nosso último grande confronto exterior foram os 25 mil soldados enviados por Vargas para a Europa durante a 2º Guerra. Em nosso território, não travamos batalhas desde a Guerra do Paraguai, finalizada em 1870.

O próprio fato de termos sido governado pelos militares de 1964 a 1985, fez com que os governantes posteriores relegassem os militares a um patamar secundário no poder.

Nosso país gasta por ano 34 bilhões de dólares com as forças armadas. Somente 8 países gastam mais. Possuímos 327 mil  militares prontos para a batalha. Como a 5ª maior população do mundo, nosso número de reservistas é enorme, 1,8 milhão. Em termos de aparelhos militares temos 486 tanques,  749 aviões militares, 5 submarinos e 112 navios de guerra.

NAe-São-Paulo-Capitânea-da-Esquadra1

Porta-aviões São Paulo, fabricado na França na década de 1960 e comprado pelo Brasil em 2000. Foi desativado em fevereiro de 2017. Vale a pena ter um porta Aviões? Confira em Defesa Aérea a Naval.

.

Segundo o ranking que fundamentou o post, somos a maior potência militar da América do Sul e a 3º das Américas, atrás dos EUA e Canadá. Para comparação, a Argentina só investe US$ 4 Bilhões em suas forças armadas, ficando na 47ª posição.

Um destaque no Brasil é o Centro de Instrução de Guerra na Selva, conhecido como CIGS, considerado o melhor do mundo. Soldados do mundo inteiro vem ao Brasil treinar com nossos militares. Saiba mais em um uma reportagem do site UOL.

Soldados brasileiros durante curso executado pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva do Brasil. Foto: Mauricio Lima /The New York Times

.

Se quiser ver detalhadamente todos os equipamentos usados pelas nossas forças armadas, acesse o site Military Power Review.

Pouquíssimas pessoas sabem, mas no exército Brasileiro também existe um  local especializado em guerra no semiárido, é o Centro de Instrução de Operações na Caatinga (CIOpC).

http://4.bp.blogspot.com/_UR7SPBo02FA/S2IvaghVhzI/AAAAAAAAARE/gquOu9M5S7A/s320/BRASIL_EB_caatinga03.jpg

Militares com roupas e treinamento próprios para a seca caatinga. Imagem: Internet

.

Não deixem de conferir o treinamento desta incrível tropa no site Youtube.

Para modernizar nossa aeronáutica, um assunto chamou muita a atenção dos brasileiros em 2014, a compra de 36 caças suecos Saab Gripen NG . O valor é alto e gerou muita polêmica, US$ 5,4 Bilhões. Para um país que possui um território tão vasto, e uma Amazônia inteira para patrulhar, se fez necessário. Saiba muito mais sobre este moderno caça no site Poder Aéreo.

gripen-ng

Imagem gerada em computação gráfica do Gripen NG. Fonte: Poder Aéreo.

.

Em resumo, não somos uma das maiores potências militares do mundo, mas isso é totalmente compreensível, não temos inimigos e estamos localizados em um continente extremamente pacífico, quando comparado a outros locais do planeta. Em caso de guerra, é outra história!

Se quiser ver o ranking completo das maiores forças armadas do mundo, entre no site Global Firepower.

Se quiser fazer comparações entre dois países,  também é possível no site.

Espero ter aumentado o conhecimento de todos os leitores. Curtam nossa página no Facebook e compartilhem nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 26.07.2015

 

2 comments to “54. Forças Armadas – Brasil, Potência Regional”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *