6. Linda e Pequenina Terra !

APOIO : Colégio Cotemig

Uma das aulas mais interessantes que ministro é sobre astronomia. Explico aos alunos alguns conceitos básicos como Universo, Galáxia e Sistema Solar.

Vamos começar pelo que é mais amplo: É difícil conceituar ou explicar o que é o Universo, em grande parte devido ao seu tamanho. Podemos dizer que Universo é tudo já visto ou conhecido pelos seres humanos, todas as formas da matéria e energia, as leis físicas e a totalidade do espaço e do tempo.

Meus alunos gostam de dizer que é TUDO.

No Universo, as estrelas e planetas não estão espalhados aleatoriamente, eles estão concentrados em locais chamados de Galáxias, que são sistemas gravitacionais com número variável de estrelas e outros corpos celestes. Os números oscilam bastante de acordo com os astrônomos, mas segundo as últimas estimativas, podem existir mais de 1 trilhão delas pelo Universo.

Uma dessas galáxias é a nossa, chamada de Via Láctea. Somente nela, existem cerca de 100 bilhões de estrelas, astros que possuem luz e calor próprios. Esse número pode ser ainda maior, segundo os últimos estudos. Uma dessas estrelas é o nosso Sol.

Local do Sol e, consequentemente, do Sistema Solar, dentro da Via Láctea. Imagem: Internet.

.

Ao todo, oito planetas orbitam nosso Sol, são eles, em ordem de proximidade: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Até pouco tempo atrás, eram nove planetas, um deles, com a evolução dos estudos astronômicos, foi “rebaixado” e deixou de ser um planeta.

Abaixo, uma ilustração nos mostra a proporção entre os 4 planetas rochosos, onde somos os maiorais.

Clique para ampliar. A Terra é o maior dos 4 planetas rochosos. Plutão foi rebaixado a planeta-anão. Imagem: Internet.

.

Vênus é o planeta mais próximo a nós, assim como também é o que tem o tamanho mais similar.  O raio equatorial da Terra (distância entre o centro e a superfície) é de 6.378 km, enquanto do nosso vizinho é de  6.051 km. Uma diferença bem pequena em se tratando de planetas.

Marte é bem menor, do tamanho aproximado do nosso núcleo, com um raio 3.397 km. Mercúrio ainda é menor com 2.439 quilômetros de raio, ficando Plutão com 1.160 km.  Esse é um dos motivos do seu rebaixamento, já que chega a ser menor que nossa lua.

Na próximo imagem chegam nossos irmãos gasosos, gigantes!

Júpiter e Saturno são os maiores planetas do Sistema Solar. Imagem: Internet

.

O raio equatorial de Júpiter é de 7. 1492 km, já de Saturno é de 60.268 km. Abordamos novamente os planetas do Sistema Solar, de forma mais abrangente, no texto 201, confiram. 

A imagem abaixo é ainda mais impressionante, mostrando a proporção entre os planetas e o Sol.

O Sol impressiona, é será tema de nosso próximo texto. Imagem: Internet.

.

Tudo é questão de ponto de vista. Para nós, seres humanos, a Terra é um mundo, gigante, mas em relação a seus vizinhos, se torna pequenina.

No próximo texto, daqui a dois dias, trarei algumas ilustrações de estrelas bem maiores que o nosso Sol, imperdível!

Espero ter aumentado seu conhecimento. Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 12.02.2015

7 comments to “6. Linda e Pequenina Terra !”
  1. Po legal ver essas aulas por aqui, fui aluno do clebinho 2008/2009 no cotemig, sempre explicações muito legais.

  2. Adorei o texto, achei muito interessante, nunca havia imaginado a terra em relação aos outros planetas!
    Agora me explique, de onde vem a concepção de que a terra era plana????

    • Existem muitos mitos sobre a Terra plana, dizem, alguns livros, que durante a Idade Média, acreditavam que a Terra era plana, mas isso é mentira. No máximo, até 1.100 alguns ainda acreditavam. Depois disso, cientista já afirmavam que a Terra é esférica. Por que acreditavam que nosso planeta era plano?
      É questão de se acreditar no que se ver, quando olhamos o horizonte, principalmente no mar, realmente parece que existe um fim, onde acaba a visão, que ali existe um abismo, mas é pura ilusão de ótica, na verdade é a curvatura da Terra.

  3. A questão da “terra plana” confunde-se com a questão do geocentrismo. Aí a igreja teve papel fundamental no assunto. Os gregos, como Aristóteles, já haviam indicado a esfericidade da Terra. Por volta do Século XII, quando a Europa começou a sair do obscurantismo, as obras gregas ganharam espaço, inclusive na igreja. Desde aquele momento, não se imaginava nenhum povo com a ideia de “terra plana”. Existem inclusive autores que tentam corrigir livros de história e outras mídias que representam a terra “plana” com um grande abismo no mar “infinito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *