74. O País da Soja

Em nosso último texto, abordamos a potência de nosso agronegócio, assim como também apontamos alguns graves problemas a serem resolvidos. O texto de hoje mergulha nos principais produtos agropecuários do Brasil, os mais exportados e que trazem divisas para nosso país.

Café

Este fruto etíope chegou ao Brasil em 1727, no Pará. De forma lenta e despretensiosa  foi descendo pelo litoral até chegar ao Rio de Janeiro, por volta de 1760. De lá, se espalhou para as férteis terras de São Paulo, se tornando o maior produto de exportação de nosso país durante o século XIX. Se manteve assim até o início do XX.

O vegetal é tão importante que da nome a uma fase de nossa história, conhecida como “política do café com leite”. Durante 36 anos ( 1894 – 1930) os cafeicultores paulistas, ao lado da aristocracia mineira, comandaram nosso país.

O dinheiro acumulado pelas exportações do fruto foi responsável pela início da industrialização do Brasil, quando os barões do café perceberam que deveriam diversificar os negócios.

Fazenda modelo do Incaper em Marilândia - Espírito Santo. Foto: Humberto Franco

Frutos do café, bem diferente do que a maioria imagina. Foto: Humberto Franco

.

Hoje, nosso país produz cerca de um terço de todo café mundial, o que nos coloca como o maior produtor e exportador mundial, posição mantida nos últimos 150 anos.

Os EUA (20%), seguidos de Alemanha (19%)  e Itália (8%) são os maiores destinos do nosso produto. O porto de Santos, maior do país, embarca 84% do produto exportado.

O Sul de Minas domina a produção nacional de café. Imagem: Internet

.

Vamos aos números, a safra 2014/2015 foi recorde histórico em termos de volume, com 36.492.298 sacas exportadas, 6,9% a mais que os 12 meses anteriores. Já a receita registrada no período ficou em US$ 6,854 bilhões. Confira os números no site da Embrapa.

Imperdível, porém nojento. Conheça o café mais caro do mundo no site Mega Curioso.

Cana de açúcar

Esta planta asiática desembarcou no Brasil através dos portugueses, ainda no século XVI. Prosperou bastante no litoral nordestino, sendo responsável pelo ciclo do açúcar, que se estendeu até o século XVII.

AGRICULTURA - VISTA AÉREA DE PLANTAÇÕES NA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO - SP. PLANTIO DE CANA DE AÇUCAR. FOTO: CLÓVIS FERREIRA / DIGNA IMAGEM DATA: 16/06/2010

Vista aérea de um canavial na região de Ribeirão Preto. Imagem retirada da internet.

.

Desde a criação do motor movido a etanol, em 1975, o Brasil se tornou o maior produtor, exportador e consumidor de derivados de cana de açúcar.

Lembrando que, atualmente, 27% da composição da gasolina é etanol. Isso foi feito para se minimizar a poluição e, principalmente, diminuir o consumo do combustível fóssil.

Além do combustível e do próprio açúcar, a cana é matéria prima de outro importante ramo econômico, a fabricação de cachaças, produto bastante exportado pelo Brasil.

Nossas plantações se concentram no litoral nordestino e, principalmente, no estado de São Paulo, produtor de 60% da cana, do etanol e do açúcar brasileiros.

cana de açúcar no Brasil

O mapa nos mostra onde estão concentrados os canaviais e que a cana de açúcar está bem distante da Amazônia, não provocando devastação. Imagem retirada da internet.

.

O total vendido para o exterior na última safra atingiu a marca de US$ 9,2 bilhões, como pode ser observado no site da UNICA.

Rebanho Bovino

O Brasil possui o segundo maior rebanho bovino do mundo. São 208 milhões de cabeças de gado, praticamente um animal para cada cidadão.

Só perdemos para o rebanho indiano, com 329 milhões de unidades. Porém, no país asiático contam-se também os búfalos, com mais de 100 milhões.

Os indianos são em sua maioria Hindus, portanto vegetarianos, isso faz com que a relação deles com os animais seja diferente, tema abordado em nosso blog. Por lá, se abatem búfalos para exportação de carne (bois são proibidos)  e as vacas são usadas na indústria láctea.

figura1_not3_140930

.

A pecuária bovina está diretamente ligada a poderosas industrias como a de carnes, laticínios e de couro. Existe um ditado: “Do boi, só não se aproveita o berro”, e o site da Embrapa contesta a frase, segundo a página, até o som emitido pelo animal tem utilidade, confiram.

Rebanho bovino por região. Destaque para o Centro-Oeste. Imagem retirada da internet.

.

No ano passado fomos o maior exportador do mundo, acumulando US$ 7,2 bilhões. Isso totaliza 1,56 milhão de toneladas.  Os maiores destinos foram China (Hong Kong), Rússia e União Europeia.

Soja

Que ruflem os tambores. A soja não é só o principal produto da agropecuária nacional, mas sim de todos os setores da economia. É o produto mais exportado pelo Brasil, representando 13,9% de tudo que vendemos. Em 2014, ultrapassou o minério de ferro, que caiu para segundo, com 13% de nossas vendas.

121

Soja, o principal produto de exportação do Brasil. imagem retirada da internet.

.

Os números do grão impressionam. O Brasil é o segundo maior produtor mundial, perdendo por pouco para os EUA. São 85 milhões de toneladas colhidas em uma área plantada de 30 milhões de hectares. O estado do Mato Grosso lidera o time com 26 milhões de toneladas produzidas.

Desse total, 38 milhões são consumidas em nosso país, o restante exportado. Confiram os números das nossas vendas:

Grão: 42,8 milhões de ton. – U$ 22,8 bilhões
Farelo da soja: 13,3 milhões de ton. – U$ 6,8 bilhões
Óleo: 1,4 milhões de ton. – U$ 1,4 bilhões
Chegando a incrível marca de U$ 31,0 bilhões arrecadados. Nenhum outro produto chega a este número.
 
Confira os números no site da Embrapa.

Vejam como a soja tomou conta de grande parte do Brasil. Imagem: Internet

 

Sucesso da soja

Os motivos deste grão ter tanto valor internacional passam por inúmeros fatores.

A planta é originária da China e se tornou um verdadeiro coringa da alimentação. Como é muito rica em proteína, as melhores rações para o gado são produzidas com soja. Quando falamos em bois, na verdade nos referindo a carne, base da alimentação em diversos países. Outro grande mercado para o grão é o óleo, muito utilizado em domicílios e também como biocombustível¹.

Em termos de alimentação humana, a soja pode substituir uma série quase interminável de produtos. Existe o leite e queijo de soja, para quem possui intolerância a lactose e a carne de soja para quem é vegetariano. Além de sucos, pães, salgadinhos, chocolates, bolos, iogurtes, entre outros. Abaixo alguns exemplos:

0lactose011

Imagem retirada da internet.

dscf1098

Imagem retirada da internet.

 

0,,68863617,00

Imagem retirada da internet.

.

Segundo pesquisas, a soja diminui o colesterol, previne o câncer de mama, melhora o trânsito intestinal, atenua os efeitos da menopausa entre outros benefícios. Saiba mais no site Minha vida.

Como tudo na vida, a soja também tem seu lado negativo. Hoje é o ramo econômico que mais ameaça o meio ambiente pois suas plantações já chegaram as portas da Amazônia. Nosso desafio será conciliar o desenvolvimento econômico e a produção de alimentos com a proteção ambiental.

Espero ter aumentado seu conhecimento.  Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 04.10.2015

Biocombustível – Todo combustível produzido a partir de uma matéria orgânica. O Biodiesel, óleo que está sendo produzido para se misturar ao Diesel, diminuindo assim a poluição e uso de petróleo, pode ser feito com soja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *