8. Patrocínios Polêmicos

Pessoalmente não torço para nenhuma escola de samba do Rio de Janeiro, apesar de entender o evento como algo fundamental para a cultura e economia da cidade. Neste carnaval, uma grande polêmica paira no ar, o enredo e consequente vitória da escola Beija-flor. O tema escolhido foi patrocinado pelo governo da Guiné Equatorial, um país desconhecido para a maioria dos brasileiros. Vamos tentar nos afastar da polêmica e nos preocupar em conhecer o país e seu governo, pois pode ser tema do Enem e todos estão interessados:

Localização da Guiné Equatorial Fonte: Wikipedia

Localização da Guiné Equatorial
Fonte: Wikipedia

O País

A Guiné Equatorial é um pequenino país localizado na África Subsaariana. É uma ex-colônia espanhola em meio a várias ex-colônias francesas. Possui uma população de cerca de 700 mil habitantes e sua capital é Malabo. O país se tornou independente em 1968, portanto, é uma jovem nação, com menos de 50 anos de idade.

Fonte: Wikipedia

Fonte: Wikipedia

Desde a década de 1990 o país se tornou um grande produtor de petróleo, porém, assim como no Brasil, essa renda é distribuída de forma tremendamente desigual, para dar um exemplo, 20% das crianças do país morrem antes de alcançarem 5 anos de idade. A expectativa de vida está por volta de 62 anos, frente aos 74 do Brasil. Menos da metade da população tem acesso a água tratada.

O Presidente

Em 1978, após dar um golpe em seu próprio tio, e mandar executá-lo, chega ao poder o presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo. Obiang instituiu um governo brutal, sendo acusado de manter um  dos piores regimes do mundo em termos de direitos humanos. Desde 1982 o país desfruta de eleições para presidente, todas elas vencidas por Obiang, com mais de 95% dos votos. Essas eleições são duramente criticadas por observadores internacionais, que denunciam irregularidades no pleito. Mesmo vivendo em um país considerado pobre, foi eleito pela revista Forbes o 8º homem mais rico do mundo, tendo uma mansão em Malibu, Califórnia, no valor de 32 milhões de dólares.

Teodoro Obiang Nguema Mbasogo Presidente da Guiné Equatorial desde 1979 (35 anos)

Teodoro Obiang Nguema Mbasogo
Presidente da Guiné Equatorial desde 1979 (35 anos no poder)

Frequentador assíduo do carnaval carioca, Obiang resolveu este ano patrocinar uma escola, para isso, segundo reportagem do jornal “O Globo”, teria doado cerca de 10 milhões de reais. Vindos de um país com tantas dificuldades sociais, 144º colocado no índice de desenvolvimento humano, realmente espanta.

A Escola Beija-Flor

Parabéns a escola de samba Beija-flor, que faz um trabalho social incrível em Nilópolis, foi campeã com justiça, já que o enredo era sobre o país e não o seu governo. Acredito, porém, que essas doações feitas para escolas de samba merecem, do poder público, um pouco mais de atenção. Sabemos que o dinheiro que banca a festa nem sempre vem de fontes confiáveis. A escola de Nilópolis não foi a primeira, e nem será a última, a ficar nos holofotes após essas doações.

Espero ter aumentado seu conhecimento. Curtam nossa página no Facebook e compartilhem nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 18.02.2015

P.S. Dois fatos após a publicação deste post:
1. Ministério Público do Brasil vai investigar o dinheiro que foi    investido pelo Governo de Guiné Equatorial na Beija-Flor
2. Escola Beija-Flor é vaiada ao ser anunciada como a Escola que     participaria do "desfile das campeãs".
4 comments to “8. Patrocínios Polêmicos”
  1. Engraçado é que esta prática é comum no Brasil. Recentemente, governador de Minas deu uma grana preta para uma escola ter MINAS como enredo. Salgueiro teve MINAS como enredo este ano. Será que ganhou a mesma verba? Sou contra “patrocínios” de enredos para instituições que movimentam MILHÕES de dinheiro sem comprovação de origem ou que usam estes desfiles como “lavanderias” de dinheiro sujo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *