105. A Obscura Coreia do Norte

Em nosso último texto abordamos a guerra que dividiu um país em dois, separando parentes e amigos.

coreia-do-sul-coreia-do-norte-640x360

Bandeiras da Coreia do Sul e do Norte. Imagem: Internet

.

Coreia do Sul

Uma nação se tornou a Coreia do Sul, país capitalista e tremendamente desenvolvido. É a 13º maior economia do mundo e considerado o único país a superar o subdesenvolvimento, se tornando desenvolvido.

548939_638_286

Panorâmica de Seul, capital da Coreia do Sul, durante a noite. Imagem: Internet.

.

Possui uma área de quase 100 mil Km² e uma população de 48 milhões de habitantes. Seu PIB per capta é incrível, girando em torno de US$ 35 mil por pessoa e o IDH é 0,898, o 17° maior do mundo, considerado muito elevado. Um sucesso!

Prefeitura-de-Seul-21

Visual da moderna Seul, capital da Coreia do Sul. Imagem: Internet.

 

Dito isso, nosso tema central de hoje não é a Coreia do Sul, mas a sua insólita vizinha socialista.

Veja abaixo a diferença entre o desenvolvimento da China (a esquerda) e da Coreia do Sul (a direita) em relação a Coreia do Norte (centro). Crises de abastecimento de energia elétrica assolam o país.

AP10ThingsToSee - This Jan. 30, 2014 photo made available by NASA on Monday, Feb. 24, 2014 shows North Korea, darker area at center, between South Korea, right, and China, left. Lights from the North Korean capital, Pyongyang, are visible at center. The image comparing the night time lights of the countries was made by the Expedition 38 crew aboard the International Space Station. (AP Photo/NASA, File)

A seta mostra a escuridão na Coreia do Norte. País que investe pesado em armas e pouco no restante da economia. Imagem de satélite tirada a noite.

.

Coreia do Norte

É um país socialista, com 23 milhões de habitantes, que se julga autossuficiente, apesar de sabermos que não é. Esse pensamento incutido em sua sociedade é um dos motivos de seu isolamento do mundo.

Se organizou como uma ditadura hereditária, como se fosse uma monarquia, onde o poder passa de pai para filho.

pyongyang-has-a-ridiculously-expensive-new-coffee-shop

Pyongyang, capital da Coreia do Norte, bem menos cosmopolita que a vizinha do sul. Um dos poucos locais do país com algum nível de desenvolvimento.  Imagem: Internet

.

Uma das bases ideológicas do país é o culto ao líder, considerado uma divindade. Circulam rumores entre a população local que ele sequer vai ao banheiro, pois sua alimentação é totalmente transformada em energia.

A Revista Veja fez uma reportagem sobre este assunto, desmentindo a falácia que o líder não utiliza o toalete, confiram.

Tudo começou com Kim Il-sung, fundador e primeiro presidente do país. Praticamente todas as músicas ou expressões artísticas do país tem como objetivo glorificar o grande líder.

O estádio da capital Pyongyang, assim como a universidade, praças e locais públicos levam o nome de Kim. Já surgiram   rumores entre os norte coreanos  que o grande líder teria, inclusive, criado o universo e teria poderes de controlar o tempo.

Kim_Il-sung_and_Kim_Jong-il_statues_from_Flickr

Estátuas do líder Kim Il-sung e seu filho e sucessor Kim Jong-il. Imagem: Internet

.

Em 1994 Kim Il Sung morreu, sendo sucedido pelo filho Kim Jong-il, dando amplo seguimento ao governo do pai, nos mesmo moldes. Em 2011, Jong-Il faleceu, abrindo espaço para que seu filho mais novo, Kim Jong-un, chegasse ao poder, mantendo intacto o culto a própria personalidade.

14f67995-6272-49c3-8423-127676a532e7-2060x1236 (1)

Da esquerda para a direita as 3 figuras: Kim Jong-un (atual presidente); Kim Jong-il (pai); e Kim Il-sung (avô e fundador do país). Imagem: Getty Images

.

Uma das últimas peripécias do líder norte coreano foi obrigar a população a cortar o cabelo como o dele, notícia veiculada pelo Jornal Nacional, confira.

Relações exteriores

No passado, o país mantinha ligações com outras nações socialistas. Com o fim destes regimes, a Coreia do Norte foi ficando cada vez mais isolada. Atualmente, o único país com que os norte coreanos possuem algum diálogo é com a China, parceira desde a Guerra da Coreia.

Ainda assim, desde o início do programa nuclear norte coreano, até mesmo as relações com os chineses  estão abaladas. Veja esta relação paranoica e recheada de desconfianças entre os dois países no site Epoch Times.

Esses motivos levaram os especialistas  a taxarem, de forma quase unanime,  o país como o mais isolado do planeta.

Forças armadas 

O pobre país é um fenômeno militar. Gasta quase um quarto do PIB nas forças armadas, que contam com o incrível número de 1,21 milhões de soldados, 5º maior contingente do mundo. Cerca de 20% dos homens em idade produtiva são militares. A nação possui um soldado para cada 25 habitantes,  a maior proporção do mundo.

coreia

As paradas militares na Coreia do Norte são espetaculares. Imagem: Internet.

.

Obviamente, a fraca economia e os parcos recursos do país deixam suas forças armadas bem aquém das maiores potências do planeta. O problema atual é o investimento na maior arma já desenvolvida pelos seres humanos:

Programa nuclear

Em 2002 os EUA anunciaram que a Coreia do Norte possuía um programa nuclear secreto. Imediatamente as vendas de petróleo ao país foram suspensas pela comunidade internacional.

Em 2003 o país se retirou do Tratado de Não Proliferação Nuclear e a ONU aprovou várias sanções econômicas contra os norte coreanos.

Em fevereiro de 2005 o suspense terminou, e da pior forma, Pyongyang anunciou ter desenvolvido armas nucleares para autodefesa. Desde então, EUA e outras potências tentam negociar com a Coreia do Norte a paralisação de sua ambição atômica, sem sucesso.

Vários artefatos nucleares e mísseis balísticos vem sendo constantemente testados pelos norte coreanos. Quanto mais sanções são aprovadas pela ONU, mais testes são feitos.

150512015225_missil_coreia_do_norte_epa_kcna_624x351_epakcna

Kim Jong-Um, observando o o lançamento de um míssil a partir de um submarino. Reportagem completa no site BBC

.

Em janeiro de 2016 a rede estatal norte coreana anunciou um teste bem-sucedido com a poderosa bomba-H, muito mais poderosa que a bomba atômica. Especialistas duvidam do feito norte coreano. Veja a reportagem no site G1.

Em fevereiro, nova surpresa, o lançamento de um foguete que, segundo os EUA, poderia atravessar o pacífico e atingir território norte americano.

Após o ocorrido, um submarino nuclear dos Estados Unidos foi enviado para a Coreia do Sul, aumentando a tensão na região. Veja no site G1.

Realmente, um armamento desse porte nas mãos de um presidente lunático, como parece ser o atual líder norte coreano, desperta pavor em todo o planeta.

Espero ter aumentado seu conhecimento.  Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

The_Interview

Nota: Em 2014 foi lançado uma sátira hollywoodiana que deixou o líder da Coreia do Norte absolutamente possesso. O nome do filme é “A entrevista”, estrelado por James Franco. Confiram!

Publicado em 24.02.2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *