110. 2º Guerra – Anticristo no Poder

Como observado em nosso último texto, os anos 1920 e 1930 foram tremendamente turbulentos na Alemanha. Inflação, desemprego, fome, frio e o sentimento de vingança maltratavam os alemães. Neste ambiente obscuro, surge e cresce uma chaga, o nazismo, que se espalhou como fogo no rastilho de pólvora.

.

Die feierliche Amtseinführung des Reichsstatthalters und Gauleiters Greiser durch Reichsinnenminister Dr. Frick in Posen. Die deutsche Jugend Posens jubelt Reichsminister Dr. Frick begeistert zu. Fot. Ho. 3.11.39 12915-39

Os ensinamentos nazistas começavam aos 10 anos de idade. Aos 14, os jovens entravam na Juventude Hitlerista. Saiba mais no site Wikipédia.

.

Com seu discurso eloquente e cirúrgico, Hitler tocava o íntimo dos alemães. Criticava os vencedores da 1º Guerra e os culpava pela situação do país. Prometia revanche e uma Alemanha novamente forte.

Na primeira eleição, no início dos anos 1920, o partido Nazista emplacou somente 3% do parlamento alemão, o Reichstag. Nas eleições de 1928, com a Alemanha em um processo de recuperação, um estrondoso fracasso, uma diminuição, dessa vez, somente 2,5% dos eleitores deram votos ao partido de Hitler.

Os nazistas precisavam de um milagre para chegar ao poder. E ele realmente aconteceu, em 1929, através da maior crise da história do capitalismo, jogando novamente a Alemanha nas cordas.  Com o aprofundamento do desemprego e da fome, a situação mudou bastante. Hitler renasceu como o único a ter previsto o problema.  O crescimento foi vertiginoso, já no ano de 1932, os nazistas arrebataram 33% das vagas, 230 cadeiras, se tornando o maior partido do país.

FOT1213728

Representantes nazistas no Reichstag em 1932. Imagem: Internet

.

Sendo o partido com maior número de representantes, os nazistas indicaram Hitler como chanceler, em uma coalizão com o Partido Popular Nacional Alemão. Em 1933, o anticristo, como ficou conhecido posteriormente, chegou ao poder.

Em agosto de 1934, o presidente Alemanha, Paul von Hindenburg,  morreu. Hitler se aproveitou do fato e fundiu a Chancelaria com a Presidência. Um referendo nacional, realizado em 19 de agosto de 1934, confirmou a fusão. A partir de então, Adolf Hitler detinha poderes totais.

Germany-Hitler-Citiz_Horo (1)

Paul von Hindenburg (presidente) e Hitler (Chanceler). Logo depois, Hitler assumiria as duas funções. Imagem: Internet

.

Outras potências europeias bateram palmas. Melhor o nazismo no poder do que o crescente comunismo, duramente combatido por Hitler. Não conseguiram prever o que viria pela frente.

Terceiro Reich

Economicamente, o Nazismo foi um enorme sucesso na Alemanha, agora conhecida como 3º Reich¹. O desemprego, excelente índice para se medir a condição sócio econômica de um país, caiu de 6 milhões de pessoas em 1932 para 1 milhão em 1936. No mesmo período, a produção nacional cresceu 102%.

O governo expandiu as obras públicas e incentivou as empresas a gerarem empregos, através de isenções fiscais. Uma das principais estratégias, sem dúvida, foi o investimento maciço na indústria bélica.

nazismo (47)

Absoluto no poder, Hitler dissolveu o Parlamento, consentindo apenas a existência do partido Nazista. Imagem: internet

.

Ignorando completamente o Tratado de Versalhes, Hitler reconstruiu a sua marinha (Kriegsmarine) e aeronáutica (Luftwaffe). Um milhão de pessoas foram empregadas na fabricação de armamentos. Outros milhões de estrangeiros foram recrutados para a indústria alemã em geral.

Várias bem-sucedidas medidas também foram tomadas nos setores de educação, turismo, agricultura, entre outros. Em 1936, Berlim foi a sede das Olimpíadas, as maiores já realizadas até então. Foi a oportunidade perfeita para propagandear o nazismo, tema de nosso blog, confiram.

Noite dos cristais

A perseguição sistemática aos judeus teve início em 1933, quando Hitler chegou ao poder. Os motivos do antissemitismo já foram levantados no texto anterior.

Os nazistas convocavam os alemães a boicotarem estabelecimentos pertencentes a judeus, que eram, também, proibidos de frequentar locais públicos. Em 1935 a situação piorou. Uma lei proibiu os judeus de se casarem com não judeus, terem empregados não judeus e hastearem a bandeira nazista.

tumblr_no6z4kcpTL1u7u9k3o1_500

Joseph Goebbels, Ministro da propaganda nazista. Imagem: Internet

Em 1938, o holocausto ganha corpo. Um diplomata alemão foi assassinado em Paris por um judeu polaco. Foi a desculpa que o 3º Reich queria.

Hitler e Goebbels instigaram os nazistas a atacarem todas as lojas e sinagogas da Alemanha e da Áustria.

Em uma única noite, 91 judeus foram assassinados, além de 30 mil terem sido presos e enviados aos terríveis campos de concentração. Mais de 7 mil lojas e quase 300 sinagogas foram destruídas.

O ataque foi praticado por alemães à paisana, sem uniformes ou fardas, para que se configurasse como uma manifestação popular.

Inacreditavelmente, o governo alemão ainda cobrou uma multa de um bilhão de Marcos dos judeus, pela desordem social e quebradeira promovidos contra eles mesmos.

KRIS 2

Fachada destruída de uma loja de propriedade de judeus. Berlim, Alemanha, 10 de novembro de 1938.

.

Este pogrom² ficou conhecido como Kristallnacht, ou a noite dos cristais, em referência aos cacos de vidro resultantes das vitrines das lojas que foram depredadas.

Política do Apaziguamento

Os números impressionantes de vidas perdidas durante a 1º Guerra Mundial (19 milhões), fez com que os líderes europeus chegassem ao consenso de que uma nova guerra seria algo inviável.

Este pensamento, chamado de política do apaziguamento,  fez com que várias violações de Hitler ao Tratado de Versalhes fossem ignoradas. A própria dureza excessiva presente no tratado levaram a tal pensamento. A Alemanha já havia pago demais.

German Fuhrer and Nazi leader Adolf Hitler (1889 - 1945) addresses soldiers with his back facing the camera at a Nazi rally in Dortmund, Germany, circa 1933. (Photo by Popperfoto/Getty Images)

Enquanto uns apaziguavam, o exército nazista crescia. Imagem: Popperfoto/Getty Images)

.

Com Hitler, tal política de paz só gerou um sentimento ainda maior de superioridade.

A Alemanha Avança

  • Anschluss

Com uma economia crescente e o sentimento de superioridade racial restabelecido, a Alemanha não mais se contentava com o seu território. Para Hitler, espaço, território, era vital para o avanço econômico alemão.

Os nazistas partiram para cima de seus vizinhos. Em 13 de março de 1938, o primeiro alvo foi a Áustria, país natal de Hitler. Tendo uma cultura próxima da alemã, como observado no Pan-Germanismo, os austríacos, em sua maioria, apoiaram a anexação, que obteve 99% de aprovação em um referendo.

krieger_film_103_003779681

Nazistas sendo saudados na Áustria, país também de origem germânica. Imagem: Internet.

.

Em alemão, anexação se escreve Anschluss, nome pelo qual o episódio ficou conhecido. A comunidade internacional pouco se manifestou.

  • Checoslováquia

Hitler estava faminto e o segundo passo foi dado. Com o pretexto de ir em apoio a população de origem alemã que estavam sofrendo privações na Checoslováquia, a Alemanha invadiu os Sudetos, região de fronteira.

Neste momento, Chamberlain, primeiro-ministro da Inglaterra, e Daladier, presidente da França, propõem um encontro com Hitler. Era uma tentativa de frear o ímpeto nazista.

O acordo, assinado em  29 de Setembro de 1938 em Berlim, foi uma vitória retumbante do Terceiro Reich, que oficializou a posse do que já havia anexado em troca da promessa de não mais invadir nenhum local. Mais um capítulo da política do apaziguamento.

Zentralbild Das Münchner Abkommen vom 29.9.1938. Das am 29.9.1938 in München zwischen dem britischen Ministerpräsidenten Neville Chamberlain, dem französischen Ministerpräsidenten Edouard Daladier, dem italienischen Staatschef Benito Mussolini und Adolf Hitler geschlossene Abkommen ermächtigte das faschistische Deutschland zur Annexion tschechoslowakischen Gebietes. UBz: von links: Chamberlain, Daladier, Hitler, Mussolini, und der italienische Außenminister Graf Galeazzo Ciano. Im Hintergrund von Ribbentrop und von Weizsäcker. 12 766-38 [Scherl Bilderdienst]

Da esquerda para direita: Chamberlain (UK), Daladier (França), Hitler (Alemanha) e Mussolini (Itália). Imagem: Internet

.

Em Março de 1939 os alemães descumpriram o acordo e invadiram metade da  Checoslováquia, basicamente o que é hoje a República Checa. A outra porção se transformou na República Eslovaca, pró nazista.

A guerra era inevitável

Próximo Texto

Em nosso próximo texto, abordaremos a invasão da Polônia pela Alemanha, fato que marca o início do maior conflito armado da história da humanidade. Imperdível!

Espero ter aumentado seu conhecimento.  Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

1 – 3º Reich: Significa Reino em português. O nome foi proposto pelos nazistas para glorificar dois grandes momentos do passado alemão, o Sacro império Romano-Germânico de 962, e posteriormente, a criação do Império Alemão em 1871. Os nazistas se auto proclamaram o 3º Reinado.

2 – Pogrom – É um ataque violento e maciço a uma minoria religiosa ou étnica.

Publicado em 30.03.2016

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *