121. Aquecimento Global e Nossa Responsabilidade

Em nossos dois últimos textos, mostramos o que é o Efeito Estufa e seus benefícios. Também abordamos o aquecimento global e suas temidas consequências.

580516_355143037867073_261705443877500_943147_434813656_n

Charge de Jean Galvão ilustrando as mudanças climáticas das últimas décadas.

.

O texto de hoje discute a influência dos humanos no atual contexto climático mundial.

O debate

Na verdade, existem 3 premissas  em relação a este assunto:

  1. O aquecimento global não existe.
  2. O aquecimento global existe, porém, é natural, não relacionado a ações humanas.
  3. O aquecimento global existe e é causado pela industrialização humana.

Alguns climatologistas afirmam que o aquecimento do planeta não existe. Seria uma invenção dos países desenvolvidos, como forma de impedir o acesso das populações mais pobres ao estilo de vida industrializado alcançado por eles.

Mesmo esta teoria tendo pouquíssimos adeptos  é necessário trazer o contraditório. Vejam no site youtube uma entrevista som o professor  Dr. Ricardo Augusto Felício, um dos poucos que defendem esta tese.

Os estudos modernos entendem este argumento mais como uma teoria da conspiração do que ciência. Como já afirmado no texto anterior, o aquecimento global é uma realidade.

O mapa abaixo compara as temperaturas médias nos EUA em dois momentos (1901- 1960) x (1991-2002). As cores nos mostram se as médias mais recentes estão mais baixas (azul) ou mais altas (laranja e vermelho) que as anteriores. Percebam como as temperaturas mais recentes são, em sua maioria, mais elevadas.

Captura-de-tela-2014-05-07-09.57.25

Comparação entre as médias de temperaturas do passado e mais recentes. As cores laranja e vermelha indicam um calor maior. Imagem: Internet.

.

A discussão maior está focada nos itens 2 e 3. Uma corrente de cientistas, também minoritária, defende a tese que o atual incremento da temperatura é natural. Veja uma reportagem completa defendendo esta teoria no site Planeta Sustentável.

Infelizmente, tudo indica nossa culpabilidade

Uma análise de 13.950 artigos científicos sobre esta matéria mostrou que apenas 24 não concordavam com a responsabilidade humana no processo. Vejam o texto completo no site Hype Science.

A certeza que nossas ações respondem pelo problema estão presentes nos números. Em 2014, a concentração de CO2 na atmosfera já estava 142% maior que na era pré-industrial (1750). Outro vilão, o metano (CH4), já registrava aumento de  253% , assim como o óxido nitroso (N2O), que atingiu 121% de alta.

relogio_carbonico_concentracao_mensal

Concentração de CO2 na atmosfera entre 1960 e 2010. Um incremento significativo. Imagem: Site Apolo 11.

.

Se os gases estufa retém calor, e estão aumentando na atmosfera, o cálculo é matemático. A relação entre industrialização e Aquecimento Global parece óbvia.

Se nada for feito para controlar a emissão de poluentes teremos problemas.  Segundo estimativas, até 2090, a concentração de CO2 poderá dobrar em relação a 2007, veja o gráfico abaixo:

.

Como mostrado no texto anterior, isso seria catastrófico. Inúmeras reportagens sobre as alterações climáticas e nossa responsabilidade podem ser acessadas no interessante site Green Me.

O que está sendo feito para evitar a catástrofe?

A grande verdade é que muito pouco já foi feito. Atualmente, o maior encontro entre países para se tentar fechar um grande acordo no sentido de se diminuir a emissão de gases estufa é a COP.

cop-logo-pt-br

Logo da última COP em Paris

A sigla significa Conferência das Partes, acontece desde 1994 e seu objetivo principal é discutir as mudanças climáticas e a biodiversidade. São encontros que duram algumas semanas, com participação de representantes de 195 países mais a União Europeia.

Em 2015  aconteceu a COP 21, em Paris. Após várias conferências onde praticamente nada de concreto foi acordado, esta última ficou marcada pela assinatura de um acordo histórico.

Segundo o acordado, os países desenvolvidos, historicamente os maiores poluidores, vão bancar US$ 110 bilhões por ano em medidas de combate a elevação da temperatura.

cop_21

Ban Ki-Moon, secretário geral da ONU comemorando os resultados da COP 21.  Imagem: Site G1

.

Os 195 países signatários agirão para evitar um aumento da  temperatura média do planeta. A elevação tem que ser menor que  2°C, no máximo 1,5ºC.

O Objetivo central é manter o Aquecimento Global abaixo dos dois graus. A partir deste ponto, os especialistas afirmam que seria irreversível o processo, com graves alterações no planeta. Veja a reportagem completa no site da BBC

Após 3 textos, espero ter ajudado os leitores a compreenderem melhor esta importante matéria. Vamos aguardar e cobrar das autoridades que pouco se expressam sobre o assunto. Sem exagero algum, o futuro das próximas gerações passa por esta readequação dos humanos frente ao frágil clima de nosso planeta.

Espero ter aumentado seu conhecimento.  Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 08.06.2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *