135. Bacias hidrográficas: Amazônica e Platina

Nosso último texto inaugurou mais um tema em nosso blog, as bacias hidrográficas brasileiras. Tivemos a oportunidade de conhecer as bacias menores, mais próximas do litoral. O post de hoje aborda duas gigantes, as maiores áreas de drenagem da América do Sul.

Vamos manter a mesma numeração contida no mapa do post anterior, para que nosso leitor identifique a bacia abordada. Acesse aqui o mapa referência.

1 – Bacia Amazônica

Um fenômeno da natureza, a maior bacia hidrográfica do mundo, com 3.869.953 milhões de Km² em sua porção brasileira (63%). Soma-se a isso, mais  de 2 milhões de Km²,  espalhados por países como Peru (17%), Bolívia (11%), Colômbia (5,8%), Equador (2,2%), Venezuela (0,7%) e Guiana (0,2%). Abrange todos os Estados da região Norte do Brasil.

Para comparação, nosso país possui cerca de 8,5 milhões de Km², enquanto a bacia amazônica completa possui 6,1 milhões de Km². Se fosse criado um país amazônico, seria o quinto maior do mundo. O rio Amazonas já foi tema em nosso blog, texto 96, confiram.

0703nasa-amazon1

Em destaque, a gigante Bacia Amazônica. Rio com extensão máxima de cerca de 6.800 Km. Imagem: Internet

.

Segundo o site da ANA (Agência Nacional de águas), a bacia possui 1,5 milhão de espécies vegetais catalogadas, três mil espécies de peixes, 950 tipos de pássaros, além de insetos, répteis, anfíbios e mamíferos.

Representa  73,6% de todos os recursos hídricos do Brasil e possui uma malha hidroviária de 23 mil quilômetros de rios navegáveis. Os principais afluentes do Amazonas são os  rios Negro, Solimões, Madeira, Juruá, Xingu, Japurá, entre outros.

Meeting_of_waters_003

Fascinante encontro dos rios Solimões (esquerda) e Negro (direita), próximo a cidade de Manaus. A partir de então passam a se chamar Amazonas. Imagem: Internet

.

É a bacia hidrográfica com o maior potencial hidrelétrico do Brasil. Porém, por ser uma região de floresta, com poucos habitantes (5% do Brasil), é muito pouco utilizada. Outro problema é a própria planície amazônica, local onde a construção de hidrelétricas não é interessante, por quase não haver grandes quedas d’água. Sendo assim, se faz necessário inundar enorme área para se obter altura suficiente na represa. A hidrelétrica de Balbina, tema em nosso blog, é um exemplo desta dificuldade.

amazonica720

Porção brasileira da Bacia com os principais afluentes do Amazonas. Imagem: Internet

.

Outro texto em nosso blog teve a Bacia Amazônica como tema, mostrando sua importância na formação de chuvas por todo o Brasil. É o texto número 79, “A Amazônia e os rios voadores”, confiram.

Bacias que formam o rio da Prata (10 – Paraná, 8 – Paraguai e 11 – Uruguai)

O rio da Prata é um rio que não está localizado no território brasileiro, entretanto, sua bacia hidrográfica é formada por 3 grandes rios que possuem suas nascentes, e boa parte de suas áreas de drenagens, no Brasil.

350px-Riodelaplatabasinmap

Mapa, em inglês, mostrando a extensão da Bacia do rio da Prata. Imagem: Wikipédia.

.

Em nosso território, as bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai não se encontram, por isso vem separadas na maioria dos mapas. Após saírem do Brasil, os 3 caudalosos cursos d’água se unem para formam o grande rio da Prata, que separa as capitais da Argentina e do Uruguai. Drena uma área de cerca de 3,1 milhões de Km², dos quais, 1,4 milhões de Km² no Brasil.

bacia-do-prata-1

Nesta imagem podemos perceber o encontro dos rios Paraná e Paraguai, continuando o nome Paraná. Depois, ele se encontra com o rio Uruguai, formando o rio da Prata, que logo desagua Oceano Atlântico. Mapa: Internet

.

Como estamos no Brasil, vamos estudar separadamente os 3 principais rios que formam a enorme Bacia Platina:

10 – Bacia do Paraná

A bacia deste incrível rio reuni 32,1% da população brasileira e uma área de 879.873Km². Mais de 60 milhões de brasileiros vivem na área de drenagem deste rio, incluindo a maior cidade do país, São Paulo. Regiões metropolitanas tão distantes como Curitiba e Brasília também estão incluídas neste conjunto.

bacia paraná

Porção brasileira da Bacia do rio Paraná e suas sub-bacias (Paranaíba, Grande, Tietê, Paranapanema e Iguaçu). Imagem: internet

.

É a bacia hidrográfica mais importante do país para geração de energia, com quase 70% de seu potencial já utilizado. Nela está localizada nossa maior usina, Itaipu, tema em nosso blog. A hidrovia Tietê-Paraná, uma das mais importantes do Brasil,  é uma rota de navegação presente nesta bacia.

UsinasBaciaParana

Cada triângulo preto representa uma usina hidrelétrica na Bacia do Paraná e seus afluentes. Imagem: Internet

.

8 – Bacia do rio Paraguai

O Rio Paraguai nasce na Chapada dos Parecis, Mato Grosso. Possui uma bacia que abrange  1.095.000 km², sendo 33% no Brasil (363.446 km²). O restante esta espalhado por Argentina, Bolívia e Paraguai.

Em seu percurso inicial tem o nome de rio Paraguaizinho. Mais a frente, passa a ser conhecido como Paraguai, percorrendo um trajeto de cerca de 2.621 Km até sua foz, no rio Paraná. É o principal responsável pela inundação da planície pantaneira, criando um dos mais importantes biomas do Brasil.

 

site_imagens_1149654876

Mapa da Bacia do rio Paraguai no Brasil. Em, destaque, verde mais claro, o Pantanal Mato-grossense. Imagem: Ecoa.

.

Esta bacia abrange também parte do Estado do Mato Grosso do Sul, com pouca população vivendo na região, cerca de 2 milhões de habitantes. Mesmo assim, com o avanço das plantações de soja e da pecuária, os rios desta bacia estão sofrendo com o assoreamento, sedimentos carregados para os rios pela chuva.

11 – Bacia do rio Uruguai

O rio Uruguai recebe este nome após a confluência dos rios Pelotas e Canoas. A partir de então ele demarca a fronteira entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul.  Após fazer uma curva na direção sudoeste, marca também a fronteira entre o Brasil (RS) e a Argentina.

uruguai

Porção brasileira da bacia do Uruguai e suas sub-bacias. Imagem: internet

.

Sua porção brasileira possui uma área de 174.533km², equivalente a 2% do território nacional. Ao todo, percorre grande distância,  2.200 Km.

O mapa abaixo nos mostra a  porção brasileira das 3 bacias  que formam a Bacia Platina. Estão juntas as bacias do Paraná, Paraguai e Uruguai.

bacia-platina-341x330 (1)

Parte brasileira da Bacia Platina. Imagem: Internet

.

Próximo texto

Em nosso último post sobre o tema, abordaremos as duas maiores bacias hidrográficas totalmente localizadas em território brasileiro. Vem por aí os rios Tocantis e São Francisco. Entendam o que é o famoso projeto de transposição. Imperdível!

Espero ter aumentado seu conhecimento. Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 14.09.2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *