149. Climas do Brasil

Um dos assuntos mais presentes nas provas do ENEM são os tipos de climas existentes, principalmente os do Brasil. Também é importante para conhecermos melhor nosso país.

Existem diversas classificações climáticas, produzidas por vários pesquisadores. Como o clima é muito dinâmico e depende de inúmeros fatores, existem variações entre cada uma das classificações. Alguns estudiosos se baseiam na temperatura média, outros nas precipitações, assim como também na dinâmica das massas de ar. Cada um dando ênfase maior para um ou outro item.

Umas das classificações mais utilizadas em sala de aula é de Arthur Strahler, baseada na influência das massas  de ar. Já a classificação mais utilizada do mundo foi proposta em 1900 pelo climatologista alemão Wladimir Köppen, em colaboração com Rudolf Geiger. Mais tarde vieram atualizações.

A junção dos nomes gerou o termo Köppen-Geiger, bem famoso para quem estuda o clima. De forma muito perspicaz, os dois climatologistas também levaram em conta a vegetação, como forma de identificar e diferenciar os climas do planeta.

Vamos fazer algo diferente, vamos abordar os climas do Brasil, focando na classificação de Koppen, mas também trazendo informações de outros pesquisadores. Assim nosso leitor fica preparado para entender qualquer classificação.

Koppen – Geiger

mapa1

Essa classificação é a base de todo o texto de hoje. Imagem: Internet

.

A princípio, ela é um pouco complicada, mas após a leitura de nosso texto nossos leitores perceberão que é bem simples.

Primeiramente, para começar a desvendar esta classificação, vamos entender o que significam as primeiras letras de cada clima, as mais importantes:

A: CLIMA TROPICAL QUENTE E ÚMIDO

B: CLIMA ÁRIDO OU SEMI-ÁRIDO

C: CLIMA SUBTROPICAL OU TEMPERADO

D: CLIMA FRIO

E: CLIMA POLAR

No Brasil, por ser um país tropical,  só possuímos climas com iniciais A, B e C. Vamos então aos climas:

Climas Equatoriais

Koppen os classifica como climas tropicais, pois são quentes e estão dentro dos trópicos. Outros autores costumam chamá-los de equatoriais, para diferencia-los do tropical típico. São os climas da região norte do Brasil, da Amazônia, por onde de forma imaginária passa a linha do equador. São regiões de baixa latitude.

As características marcantes destes são o calor intenso o ano inteiro e muito chuva. As médias de temperatura variam entre 25° a 27°. As chuvas  ultrapassam os 2.000 milímetros por ano. Analisem o climograma abaixo:

image008

Em geral, a região amazônica possui climogramas assim. O risco nos mostra a evolução das médias de temperaturas ao longo de um ano. As barrinhas azuis nos mostram as médias mensais de chuvas ao longo do ano.

.

Como a Amazônia é enorme, não possui toda ela clima idêntico. Koppen  dividiu a região em dois:

Af: A segunda letra “f” mostra que o clima é úmido o ano inteiro, sem estação seca. A variação da temperatura é mínima. Durante quase todo o ano, as máximas diárias chegam a mais de 32°. Uma estufa.

Am: A segunda letra “m” mostra que o clima é predominantemente úmido, porém, existe uma pequena estação seca ao longo do ano.

Clima Tropical Típico

O clima conhecido tipicamente como tropical possui uma característica marcante, um verão chuvoso e um inverno seco. É um clima com variações de temperaturas que vão de 20° a 25°. As médias anuais de chuvas variam de 1000 a 1.500 mm.

climograma-de-goiania

Observe o verão chuvoso e o inverno seco no climograma de Goiânia. Imagem: Internet

.

Aw: É a forma como Koppen classifica este tipo de clima. A segunda letra “w” significa que o clima possui um estação seca significativa. Neste caso, dura cerca de 6 meses.

A região central do Brasil é onde predomina. Cidades como Palmas, Brasília, Goiânia e Cuiabá são bons representantes de locais com este clima.

Climas Tropicais de Altitude

Alguns autores de classificações diferenciam os climas tropical e tropical de altitude. A diferença, óbvia, é que o segundo representa uma região em uma maior altitude, como a cidade de Belo Horizonte, que está localizada 900 metros acima do nível do mar. Isso faz com a temperatura, principalmente no inverno, abaixe mais. Koppen ainda separa este clima em dois:

Cwa: A letra “w” significa clima úmido com um estação seca significativa. Isso é característica do clima tropical. A letra “a” significa que, apesar de temperado, possui um verão quente.

climograma-bh

Climograma de Belo Horizonte. Observem que no inverno, a temperatura média chega a 18º, um pouco mais baixa que do tropical típico. Imagem: Internet.

.

Cwb: Possui as mesmas característica do item anterior, com um detalhe, a terceira letra “b” significa que o verão é mais brando, menos quente. Isso ocorre por ser uma região ainda mais alta, como por exemplo, a Serra da Mantiqueira. No inverno a temperatura cai drasticamente

image015

O climograma de São Lourenço (MG) é um exemplo do clima Cwb. Observem as médias de temperaturas abaixo de 14º no inverno. Isso gera madrugadas com mínimas bem próximas de 0°. Imagem: Internet

.

Clima Semi árido

Bsh: As letras “s” e “h” denotam que este clima é seco no verão (na verdade quase o ano todo) e possui médias de temperaturas que ultrapassam 18° durante todo o ano.  Na verdade, no caso do Brasil,  são muito maiores, variando entre 25 e 30°.

image011

A falta de chuva é a característica marcante deste clima, com médias anuais que variam entre 200 a 600 mm. Por isso é conhecido como o semiárido, ou seja, quase árido, que significa desértico.

O sertão nordestino é a região do Brasil onde este clima predomina. Não é coincidência ser também uma das regiões mais pobres do país.

Climas Subtropicais

É o clima que marca a região Sul do Brasil. Se caracteriza por muita chuva ao longo de todo o ano e temperaturas baixas no inverno. As médias anuais de chuva variam entre 1.400 a 2.300 mm.  Koppen subdividiu este clima em dois grupos:

climograma-subtropical

No verão, temperaturas médias próximas a 25°, no inverno, bastante frio, 13°. Chuva o ano todo. Imagem: Internet

.

Cfa: A letra “f” significa que o clima é úmido o ano inteiro. A terceira letra “a” nos mostra que apesar de ser um clima temperado, possui um verão quente, com médias acima de 22º. As regiões com altitudes mais baixas do Sul são os representantes deste clima.

Cfb: Possui as mesmas características do item anterior, com uma diferença, a letra “b”, que significa que este clima possui um verão ameno, menos quente. Observando o mapa, vemos que na porção central da região Sul  predominam estas características. Isso é explicado por ser uma região mais alta, de serras, portanto mais fria mesmo.

Climas litorâneos

O litoral nordeste e sudeste do Brasil é marcado por muito calor e bastante umidade. Em termos de médias de temperatura se assemelha ao tropical.

Koppen dividiu este grupo em 3:

Aw´: A segunda letra com um acento “w´” significa que este clima possui chuvas mais concentradas no verão e no outono.

climate-graph-1

Climograma de São Luiz. Calor o ano todo e chuvas concentradas no início do ano, verão e outono. Imagem: Climate-data

.

As: A segunda letra “s” significa um verão mais seco e um inverno bem chuvoso.

climate-graph

Climograma de Recife, quente o ano todo. o período de maior chuva é o inverno, no meio do ano. Imagem: Climate-data

.

Af: A segunda letra “f”, como visto anteriormente, significa que o local é úmido o ano inteiro.

 

 

climate-graph-2

Salvador, apesar da variação, possui chuva o ano todo. Mesmo sútil, a diferença existe em relação aos outros climas deste bloco.  Imagem: Climate-data

 

Veja a classificação mundial de Koppen, assim como o significado de toas as letras no site Wikipédia. 

Espero ter aumentado seu conhecimento. Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 07.02.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *