167. Petróleo no Brasil

Em nosso último texto abordamos a energia mais consumida no mundo, o petróleo, conhecido como o ouro negro. O post de hoje complementa o assunto focando na relação do nosso país com essa importante commoditie.

Histórico

O sucesso norte-americano na busca e prospecção do petróleo foi um marco na segunda metade do século XX. Sendo o Brasil o quinto maior país do mundo, era de se esperar que em algum lugar de nosso território também existissem jazidas, mas não foi fácil achá-las.

Edwin_Drake_580x

A exploração de petróleo na Pensilvânia provocou um “boom” parecido com a corrida do ouro na Califórnia. Imagem: Internet

.

A partir da segunda metade do século XIX, dezenas de geólogos e paleontólogos entraram no Brasil para levantar a possibilidade de encontrar o ouro negro. Não deu muito resultado, realmente não encontraram nada ou simplesmente não repassaram o que descobriram para nós. O que se sabe é que passamos o século XIX em branco.

Em 1892, o explorador Tito Lívio Martins encontrou vestígios de petróleo no Morro do Bofete, região de Tatuí, São Paulo. Foi um alarme falso. Conheça o caso desse local que gerou míseros 2 barris de petróleo para o Brasil no site JCNET. 

No início do século XX os governos que se sucederam no Brasil foram inoperantes para acharem a energia fóssil.

focuswebnewslobatobahiasalvadorpetróleopetrobrásmonteiro-lobatoouro-negro-exploraçãocandeias19411939petrobras-e1456114335691

Lobato na Bahia, região precursora na prospecção de petróleo no Brasil. Imagem: Internet

.

Em 1939, enfim, o sufoco deu lugar a alegria, quando foi anunciado, no dia 21 de janeiro de 1939, a descoberta da primeira jazida de petróleo no Brasil. O bairro de Lobato em Salvador foi o responsável pelo alívio. Naquele local, os moradores vinham observaram um óleo negro nas matas locais. Logo, o governo foi conferir e achou o tão desejado recurso a 208 metros de profundidade. Em 1941, um dos poços do local deu origem ao campo de Candeias, o primeiro a realmente produzir a commoditie no Brasil.

Fazendo jus a maldição do petróleo (países que possuem o óleo não se desenvolvem por focarem exclusivamente em sua produção), o bairro de Lobato é tremendamente pobre atualmente.

Uma curiosidade, em 2013 uma humilde moradora encontrou resquícios petróleo em seu quintal no bairro baiano, vejam em reportagem do site G1. 

O petróleo é nosso

A descoberta de petróleo no Brasil fez crescer uma grande polêmica. A dúvida era se criávamos uma empresa nacional para explorar a commoditie ou abríamos a exploração para poderosas empresas privadas internacionais.

As duas alternativas tinham pontos positivos e negativos. Uma empresa brasileira nos daria controle sobre a produção, entretanto teríamos que começar da estaca zero, sem nenhuma expertise. Já as transnacionais, principalmente as norte-americanas, chegariam com grande know-hall, mas perderíamos o comando sobre o recurso. Mesmo gerando empregos e impostos, a segunda opção era arriscada.

sem títulodf

A campanha “O Petróleo é nosso” dominou as discussões no Brasil. Imagem: Internet

.

Uma ampla campanha a favor do monopólio brasileiro varreu o Brasil. O presidente Getúlio Vargas liderou a ideia que ficou conhecida como “O petróleo é nosso”, saindo vitoriosa. Em 6 de dezembro de 1951,  o dirigente gaúcho apresentou o projeto de criação da Petrobrás, aprovado em 3 de outubro de 1953, após dois anos de muitos debates. A lei número 2004, além de criar a empresa, garantiu a ela o monopólio de exploração, refino e transporte do importante recurso.

petrobrasC

Uma das fotos mais icônicas da história do Brasil, Vargas com as mãos sujas de petróleo em 1952, em plena campanha “o petróleo é nosso”. Imagem: Internet

.

Um famoso brasileiro foi um dos primeiros a nos alertar sobre a importância do óleo negro, e os riscos provocados pelos abutres estrangeiros que já sobrevoavam nosso país. Saiba mais sobre este protagonismo de Monteiro Lobato, aquele mesmo do “Sítio do pica pau amarelo”, na conscientização nacional em relação ao petróleo no site “A Verdade”.

Petrobrás

cursos-gratuitos-petrobras-2012

A história do petróleo no Brasil se confundi com a Petrobrás, que tem como nome oficial Petróleo Brasileiro S. A. A empresa, que já foi uma das maiores do mundo, hoje agoniza devido a diminuição dos preços do petróleo no mercado internacional e da intensa corrupção que devastou a estatal. É tão importante que merecia um texto próprio em nosso blog. Enquanto isso não ocorre, vamos listar abaixo, um resumo com os principais acontecimentos relacionados a empresa:

1953 – Criação da Petrobrás;

1961 – É inaugurada a REDUC, Refinaria Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Ela é responsável por 80% da produção de lubrificantes e pelo maior processamento de gás natural do Brasil. Conheça todas as refinarias da empresa no site da Petrobrás.  Essas importantes obras buscam são, prioritariamente voltadas a locais com maiores circulações de pessoas e bens de consumo, como o Sudeste.

1968 – Encontrado petróleo na plataforma continental brasileira (fundo do mar) pela primeira vez, no estado de Sergipe. Também foi o ano da inauguração da REGAP,  Refinaria Gabriel Passos, única de Minas Gerais;

1974 – Após o primeiro choque do petróleo (1973), foi encontrado petróleo na Bacia de Campos, RJ. Atualmente, cerca de 80% do nosso óleo vem dessa região e adjacências;

1997 – Foi quebrado o monopólio da Petrobrás, permitindo a exploração do petróleo brasileiro por empresas internacionais;

2007 – Foi descoberto o Pré-sal;

2014 –  Em 17 de março tem início a Operação Lava Jato, com enorme repercussão na empresa. Conta, atualmente, com 41 fases operacionais, autorizadas pelo juiz Sérgio Moro;

2016 – A produção no Pré-sal chega a um milhão de barris por dia.

xpetro.jpg.pagespeed.ic.7DH62z9aGN

Sede da Petrobrás no Rio de Janeiro, próximo a Lapa. Imagem: Internet

.

A empresa já foi premiada mundo afora pela sua qualidade e pioneirismo, principalmente em explorar petróleo em grandes profundidades no mar. Suas ações chegaram a custar cerca de R$ 40,00 entre os anos de 2007 e 2008. Tudo isso alavancado pela descoberta do pré-sal.

Após a explosão da Operação Lava Jato, as ações da empresa simplesmente desintegraram para menos de R$ 5,00 em 2016, como pode ser observado em reportagem no site G1. No fechamento deste texto, as ações da estatal estavam custando cerca de R$ 13,00, mostrando alguma recuperação. No entanto, ainda está bem longe de suas maiores altas.

O valor de mercado da Petrobrás encolheu bastante, confira na imagem abaixo:

Petrobras-valor-de-mercado-1994-2014

Nos anos posteriores ao gráfico o valor caiu ainda mais, chegando a cerca de 120 bilhões de reais. Incrível. Imagem: Internet

.

Já o endividamento da estatal subiu de 51 bilhões de reais em 2002, para impressionantes 500 bilhões em 2016. Quem vai pagar essa conta?

Obviamente os brasileiros, que abastecem o carro com uma gasolina mentirosa (27% é etanol), pagando um preço absurdo.

O Desafiador Pré-Sal 

Pré-sal é o nome de uma camada da crosta terrestre localizada entre 5 a 7 km abaixo do nível do mar. Neste local, em 2007, foram encontradas enormes jazidas de petróleo e gás natural, que se estendem por 800 km horizontalmente no litoral brasileiro. Mesmo não estando em território brasileiro, esta riqueza está  dentro da área marítima considerada zona econômica exclusiva do Brasil. Entenda melhor o que isso significa no texto 18 de nosso blog, que aborda a posse dos mares e oceanos.

pre-sal-3

Observem que o pré-sal está abaixo do oceano e várias outras camadas. Imagem: Internet

.

Quando foi descoberto, praticamente dobrou as reservas brasileiras do produto, elevando de 13 para 25 bilhões de barris, podendo ser 3 ou 4 vezes maior que isso. Simultaneamente, o preço do barril batia recordes, fazendo com que o pré-sal se tornasse, para alguns apressados,  a salvação do Brasil.

presal_600

Localização de 80% do petróleo brasileiro, nas Bacias de Campos e Santos e onde está o pré-sal. Imagem: Internet

.

Atualmente, o pré-sal passa por um momento de reavaliação de seu status enquanto salvador da economia nacional. Como é um petróleo que está localizado em enorme profundidade, demandou grandes avanços tecnológicos para retirá-lo, elevando o custo da operação. Além disso, os preços atualmente orbitam 50 dólares, bem menos que os 140 dólares, recorde alcançado logo após a descoberta.

Os especialistas afirmam que investimentos para novos poços na região tenham um custo de 40 a 50 dólares o barril, praticamente empatando com o preço do mercado internacional. A própria Petrobras em seu site esclareceu que o pré-sal só tem viabilidade a partir de US$ 45 o barril, confiram.

Os ovos da nossa galinha não eram de ouro maciço como se pensava!

Espero ter aumentado seu conhecimento. Curta nossa página no Facebook e compartilhe nosso texto! Abraço do Clebinho!

Publicado em 12.06.2017

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *